Seja prudente ao entrar em uma guerra

Por Francisney Liberato

A maior guerra que você precisa vencer é o seu egocentrismo.

Quem não gosta de ser reconhecido como uma pessoa estudiosa, dinâmica e empreendedora? Ou ainda famosa e com capacidade de influenciar comportamentos e opiniões? Dotada de um carisma capaz de atrair e conquistar pessoas, e manter com elas relacionamentos interpessoais? Eu creio que a maioria quase absoluta das pessoas idealiza ter essas características em suas vidas, porém, para se ter tudo isso, não é algo fácil, simples, descomplicado e natural. São necessárias algumas condições que requer esforço, dedicação, força de vontade, disciplina e planejamentos para que esses atributos possam fazer parte da sua personalidade.

O imperador francês Napoleão Bonaparte uma das personalidades mais emblemáticas da história, foi um líder político, imperador e um estrategista militar Francês. Através de sua política expansionista e com o objetivo de fazer a França uma potência econômica e militar, Napoleão conquista vários países europeus formando o império napoleônico. Através das guerras napoleônicas, o imperador foi responsável por estabelecer a supremacia francesa sobre a maior parte da Europa. Criou o código napoleônico com o objetivo de reformar o sistema legal francês, que influenciou na criação de ordenamentos jurídicos ocidentais. Napoleão Bonaparte deixou um legado com influencias políticas, econômicas, geográficas e culturais que permanecem até hoje no Ocidente.

É notório que Napoleão Bonaparte estava determinado a conquistar o mundo. Da ganância e ousadia dele, um fato interessante, e ao mesmo tempo, desaforado, foi de invadir a Rússia em pleno inverno, que, como é conhecido, nesse país o frio é muito rigoroso. Contudo, desprezando o fator climático, enviou para guerra aproximadamente 600 mil homens. Os russos aplicaram a tática de guerra chamada “Terra Queimada” que consiste em retirar os seus habitantes, destruindo as casas, moradias, fazendas, animais, ou seja, não deixando nada para os invasores. Os russos recuaram para dentro do território.

O exército napoleônico invadiu a Rússia, mas não encontram nenhum russo, não acharam comida, enfim, além do mais, o frio estava terrível, e a consequência disso foi: A derrota do grande imperador Napoleão Bonaparte.

Esses acontecimentos históricos comprovam que nem tudo que existe permanece para sempre. Um dos maiores estrategistas de guerra do mundo foi derrotado, e ele jamais imaginaria ser derrotado, ainda mais considerando a força bélica da sua tropa.

Levando-se em conta esse contexto de volubilidade da realidade contemporânea em que vivemos, a Bíblia, Marcos 8:36, é categórica ao afirmar que: “(…) que adianta ao homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma?”. Você pode se julgar um indivíduo de sucesso, um líder nato, emocionalmente equilibrado, uma pessoa proativa, invencível, estrategista, inteligente e assim por diante, entretanto, nada disso pode fazer você perder a sua salvação, a sua tranqüilidade, a serenidade e a paz de espírito tão necessários nesse mundo caótico e estressante em que vivemos.

Suas metas e seus sonhos devem ser planejados e executados com sabedoria, equilíbrio e bom senso, para que você obtenha os resultados almejados. É fundamental e necessário não perder a alegria e o bom humor, e acima de tudo viva a sua vida de forma ética e solidária, para que sempre que for possível você possa ter a empatia e altruísmo necessários para melhorar as condições de existência daqueles que precisam.

Finalmente, não adianta nada você ganhar várias batalhas e perder uma guerra. Não adianta conquistar tudo o que sonhou, se essa conquista não for feita de forma ética e com amor. Seja cauteloso e moderado ao decidir-se entrar em uma guerra, não permita que a ganância, a avareza, e o egoísmo napoleônicos impeçam você de ter uma vida equilibrada e mais feliz.

Francisney Liberato Batista Siqueira é Secretário de Controle Externo, Auditor Público Externo do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso, Palestrante Nacional, Professor, Coach, Mentor, Advogado e Contador.

www.francisney.com.br

3 comentários sobre “Seja prudente ao entrar em uma guerra

  1. Excelente tema e um bom exemplo esse de Napoleão Bonaparte, que aprendamos essa lição, para tornarmos o mundo um lugar melhor.
    Parabenizo o autor do artigo, pelas sábias análises.

    Curtir

  2. Parabéns! Como sempre” arrasando “em seus textos … Obrigada por me enviar e dividir comigo essa riqueza de conhecimento q vc tem. Deus continue abençoando sua vida e seu intelecto.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s