Como adquirir bons hábitos

Por Francisney Liberato

Para adquirir maus hábitos você não precisa necessariamente fazer grandes esforços. Entretanto, para conquistar bons hábitos, é preciso comprometimento, disciplina e boa vontade.

O hábito é um comportamento que adquirimos e desenvolvemos ao longo da nossa vida. Em nossa trajetória, adquirimos e apreendemos alguns hábitos, sendo eles ruins ou bons. Caso haja uma decisão de abandonar os maus hábitos, você acredita que essa transição será fácil ou complicada? Mesmo que queira empregar tempo e esforço para abandonar hábitos prejudiciais, a mudança não se dará de forma rápida, como num passe de mágica.

O substantivo masculino hábito, na definição do dicionário eletrônico “Dicio”, é: “Ação que se repete com frequência e regularidade; mania. Comportamento que alguém aprende e repete frequentemente. Maneira de se comportar; modo regular e usual de ser, de sentir ou de realizar algo; costume. Prática repetida que se torna conhecimento ou experiência”.

Perceba que o hábito é uma ação repetida e regular, e que muitas vezes passa pelo seu consciente e subconsciente, revelando-se constantemente em suas ações, sem que você as perceba.

Um exemplo clássico de como adquirir bons hábitos é introduzindo de maneira consciente aquilo que você pretende que faça parte da sua rotina. Um exemplo que gosto de demonstrar em minhas palestras é sobre o indesejado jiló que, contudo, pode ser seu grande aliado, caso haja uma decisão consciente de introduzi-lo em sua alimentação, fazendo de maneira programada.

Primeiro, você começa a comer o jiló, no primeiro dia, a sensação é ruim e você até chega a pensar: “por que eu fui inventar de comer isso?”. No segundo dia, não muda muito a sensação indesejada de saboreá-lo. No quinto dia, o jiló ainda continua ruim. No décimo dia, o jiló não é tão ruim. No vigésimo dia, o jiló já está gostoso. No trigésimo dia, você pensa “como eu gosto de jiló”. Depois de dois meses, você estará postando nas redes sociais #EuAmoJiló.

Essa metáfora do jiló pode servir de inspiração para que você comece a pensar em um processo de inserção de hábitos saudáveis na sua vida, em todos os aspectos.

O primeiro passo para se livrar dos maus hábitos é decidindo operar uma mudança de atitudes, e em seguida elaborar um plano de ação, com prazos, organização e, ao final, ganhar uma recompensa, à medida em que for cumprindo cada meta imposta por você, como forma de automotivação para seguir adiante.

O segundo passo é a persistência, pois, apesar do sabor não tão agradável do jiló nos primeiros dias, é possível continuar comendo mesmo não gostando do sabor.

O terceiro passo é a fase da adaptação, que ocorre na medida em que o seu paladar se acostuma e se adapta ao sabor do jiló.

O quarto passo é a satisfação da mudança de um hábito, que no início talvez você não acreditasse que fosse possível prosseguir com o desafio, mas essa atitude de mudança por uma vitória alcançada fará com que aumente a sua satisfação pessoal, o seu otimismo e a sua autoestima.

O quinto passo é você fazer propaganda do novo hábito adquirido. Nessa fase, o novo hábito adquirido com esforço e determinação já estará consolidado no seu cérebro. Como você conseguiu superar essa barreira gastronômica, a sua alegria e entusiasmo serão grandes que você terá o prazer de compartilhar essa conquista com os seus amigos através de suas redes sociais.

O sexto passo é buscar seguidores para o seu novo hábito. Como comer jiló agora já não é algo traumático para você, é impossível guardar apenas para si essa alegria da dificuldade superada. Faça publicidade disso, faça postagens nas suas redes sociais, divulgue para o maior número de pessoas, diga o quanto é gostoso e bom superar medos e desconfianças e o quanto é saudável adquirir bons hábitos, e ganhe seguidores.

Caso você decida mudar certos aspectos da sua vida, caso você esteja decidido a trocar os hábitos ruins por hábitos saudáveis, seria interessante você tentar aplicar em sua vida as dicas dadas neste texto. É importantíssimo admitir que toda mudança gera apreensão, desconforto, pessimismo e isso se torna mais dificultoso quando se fala de mudanças de hábitos arraigados de forma profunda e presente em nossas vidas, portanto, apesar de não ser fácil mudar, alterar, transformar certos comportamentos é completamente possível, mantendo a paciência, disciplina e força de vontade.

Não desanime, não perca o foco, no início até pode ser muito difícil e complicada a mudança, mas os benefícios da substituição dos maus hábitos por bons hábitos são imensuráveis.

Opte por viver melhor a todo instante, pois os maus hábitos têm a capacidade de destruir a sua vida e afetar negativamente indivíduos próximos a você. Tome consciência das precisas palavras do escritor e humorista norte-americano Mark Twain: “A gente não se liberta de um hábito atirando-o pela janela: é preciso fazê-lo descer a escada, degrau por degrau”. Tenha disciplina e paciência e aos poucos você alcançará mais uma conquista em sua vida.

Francisney Liberato é Auditor do Tribunal de Contas. Escritor, Palestrante, Professor, Coach e Mentor. Mestre em Educação pela University of Florida. Doutor em Filosofia Universal Ph.I. Honoris Causa. Bacharel em Administração, Bacharel em Ciências Contábeis (CRC-MT) e Bacharel em Direito (OAB-MT). Vice-presidente da Associação Brasileira dos Profissionais da Contabilidade – ABRAPCON. Membro da Academia Mundial de Letras. Autor dos Livros:Mude sua vida em 50 dias”, “Como falar em público com eficiência”, “A arte de ser feliz”, “Singularidade”, “Autocontrole”, “Fenomenal”, “Reinvente sua vida” e “Como passar em concursos – Vol. 1 e 2” e “Como falar em público com excelência”. 

http://www.francisney.com.br

Entre no meu canal do TELEGRAM: clique_aqui

Instagram: clique-aqui

YouTube: clique_aqui

Facebook: clique-aqui

Spotify: clique_aqui

Saiba mais sobre o autor: clique-aqui

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s