Chore no começo para sorrir no fim

Por Francisney Liberato

                            Treine muito e sorria de alegria no fim.

A seleção brasileira feminina de futebol foi eliminada pela seleção francesa, na Copa do Mundo disputada no mês de junho de 2019, na França. Apesar de toda vontade, garra e luta das nossas jogadoras, o Brasil infelizmente perdeu para a França no segundo tempo da prorrogação.

Marta é a nossa melhor jogadora de futebol, digo mais, a melhor atleta de todos os tempos do futebol feminino, inclusive detém o maior número de gols em uma copa do mundo, entre homens e mulheres. Esse recorde foi conquistado na edição da copa de 2019. Já ganhou 6 troféus da Fifa como a melhor jogadora de futebol do mundo.

Após a derrota, declarou Marta em tom emocionada: “Sem dúvida é um momento especial, e a gente tem que aproveitar. Eu digo isso no sentido de valorizar mais. Valorizem. A gente pede tanto. É lógico que emociona, o momento é muito emocionante. Eu queria estar sorrindo ou até chorando de alegria. O primordial é que a gente tem que chorar no começo para sorrir no fim. Quando digo isso, é querer mais, é treinar mais, é se cuidar mais, é estar pronta para jogar 90 e mais 30 minutos. É isso o que eu peço para as meninas. Não vai ter uma Formiga para sempre, não vai ter uma Marta para sempre, não vai ter uma Cristiane. O futebol feminino depende de você para sobreviver. Então pensem nisso, valorizem mais, chore no começo para sorrir no fim”.

Existem no meu ponto de vista três tipos de choro, quais sejam: de tristeza, de indiferença e de alegria. O primeiro e segundo choro, estamos sujeitos, mas não é algo desejado por ninguém. O melhor é chorar de alegria. Na entrevista Marta fez um retrospecto da atuação da seleção feminina de futebol, afirmando que se quiser ser vencedor, é preciso preparar mais e melhor.

É necessário planejamento, seja no futebol, no trabalho, na faculdade, na família, nos negócios. Porém, apenas planejar não é suficiente, é preciso ter dedicação e uma rotina diária de treino, e se for necessário sofrer e chorar, que passemos por isso, contudo, passar por essa fase poderá resultar em melhores resultados e conquistas.

Valorize o tempo e o momento que estão à sua disposição, planeje e execute. Vá além dos limites. Não se conforme com o comum e mediano.

Marta  foi feliz ao dizer: “Chorar no começo para sorrir no fim”, melhor é se esforçar, chorar, brigar, perder o sono na fase do planejamento e treinos, do que chorar depois, na derrota e no fracasso. Interessante notar que a nossa grande jogadora disse essas palavras ao final do jogo contra a França, quando o Brasil, mesmo não jogando bem, perdeu  na prorrogação, isto é, após os 90 minutos regulamentares. A seleção brasileira foi valente.

Que possamos aprender com a lição deixada por Marta. Mesmo nas situações adversas e com a dor do fracasso que estão ao nosso redor, que consigamos planejar, treinar, exercitar e se esforçar, para sorrir no fim e receber os louros da vitória.

Limpe às lágrimas dos seus olhos!

Francisney Liberato Batista Siqueira é Secretário de Controle Externo, Auditor Público Externo do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso, Palestrante Nacional, Professor, Coach, Mentor, Advogado e Contador.

www.francisney.com.br

    

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s