300 anos

Por Francisney Liberato

300 oportunidades para construir um futuro melhor.

O que representa para você o espaço temporal de 300 anos? Três séculos são mais do que suficientes para progredir, avançar e evoluir. Embora nenhum ser humano consiga viver tanto tempo, mesmo assim você pode observar os acontecimentos do passado e optar por reconstruir uma nova história.

O matemático suíço Leonhard Euler abordou um quebra-cabeças puramente matemático. O enigma resolvido há mais de 300 anos pelo matemático nos permite navegar pela internet, conectando a bilhões de computadores do mundo.

Há mais de 300 anos um livro publicado pelo frade franciscano Raimundo Muñoz, no século XVIII, revolucionou a maneira de cozinhar na Espanha, influenciando os maiores chefs do século XXI, além de ter implantado costumes inovadores como a higiene no ambiente da cozinha.

Os pesquisadores, utilizando a nova tecnologia de medir a idade dos tubarões-da-groenlândia, a datação por “carbono bomba”, reorganizaram a idade dos tubarões, concluindo que eles podem viver pelo menos 300 anos, isto é, são os vertebrados mais velhos da terra.

O período de escravidão no Brasil durou 300 anos. Foi em 1888 que ocorreu a abolição da escravidão. O último país da América Latina a alcançar a abolição da escravatura foi o nosso país.

300 é o nome do filme de muito sucesso, de ficção, onde o enredo alicerça em torno do Rei Leónidas, que lidera 300 espartanos na batalha contra o “deus-rei” Xerxes, da Pérsia e o seu exército invasor com mais de 30.000 soldados.

A capital do Estado de Mato Grosso, Cuiabá, surgiu às margens do rio Coxipó, em 8 de abril de 1719. A ata de fundação foi assinada pelo bandeirante paulista Pascoal Moreira Cabral. Em 2019, Cuiabá insere o seu nome no rol dos 300 anos.

Há controvérsias sobre o nome da origem de Cuiabá. A doutrina mais tradicional nos afirma que veio do local chamado “Ikuiapá”, lugar que os índios bororos pescavam com uma flecha-arpão, que em sua língua chama-se “Ikuia”, sendo “pá” o designativo de lugar.

Não podemos alastrar por crises há mais de 300 anos. O tempo passa, o tempo voa. Chegar aos 300 anos não é apenas um marco irrelevante, mas sim algo que merece todo respeito e destaque por todos. São 300 oportunidades para que os seres humanos possam mudar a forma viver e pensar, com vistas a alcanças melhores condições de vida.

O momento é de ponderar o crescimento ou os desastres cometidos. Há época de grandes bonanças e farturas já se foi, mais ainda assim, podemos buscar um futuro áureo.

Não importa se nesse período existiram descobrimentos, guerras, batalhas, filmes, dificuldades, comemorações, o mais marcante é: É dada a oportunidade de refletir e continuar buscando um futuro melhor.

Parabéns! A base do futuro está em olhar para os fatos e eventos do passado com perspectivas de aprendizado e crescimento. A oportunidade está lançada; deseja pensar, trabalhar, estudar e participar deste “novo” descobrimento e progresso?

Francisney Liberato Batista Siqueira é Secretário de Controle Externo, Auditor Público Externo do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso, Palestrante Nacional, Professor, Coach, Mentor, Advogado e Contador.

http://www.francisney.com.br

Ilustrado por xd_ego

3 comentários sobre “300 anos

  1. Ótimo artigo!
    Cuiabá vai se desenvolver muito mais, eu acredito nisso, aliás, o melhor está por vir!!!!
    E viva Cuiabá!!!!

    Curtir

  2. Parabéns pelo artigo!! Vale a pena olhar para a história e ver como foi o progresso de nossa bela cidade Cuiabá ❤️ e melhor ainda é que eu posso fazer escolhas e mudanças garantindo um futuro próspero e deixando um legado para os próximos 300 anos 🎊🎉🙏

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s