Fazer o melhor ou fazer o possível?

Por Francisney Liberato Quando eu era criança minha mãe desejava que eu aprendesse o maior número de tarefas domésticas. Uma dessas tarefas era lavar as louças sujas. Quando me escolhia para fazer essa atividade, eu mais parecia um velocista: jogava água em tudo, passava sabão de qualquer jeito, terminava a tarefa com muita agilidade. Todavia, quando ela fiscalizava a tarefa executada, o resultado você pode … Continuar lendo Fazer o melhor ou fazer o possível?