Se perdoe

Por Francisney Liberato

Perdoar é agradecer aos erros do caminho e com eles construir pontes para um futuro glorioso.

Perdoar alguém não é algo fácil, mas liberar perdão é um dos sentimentos mais nobres que um ser humano pode ter. Perdoar é estar livre de sentimentos negativos. É conceder a nós mesmos a chance de viver em paz, certos de que muito provavelmente nós também necessitaremos, em algum momento, de sermos perdoados.

Sabemos que o exercício do perdão não vem de nossa própria capacidade e sim de uma escolha consciente, sabendo, todavia, que o maior beneficiado seremos nós, a partir dessa atitude. O perdão traz inúmeros benefícios, tanto no aspecto físico quanto no emocional. Porém, para que pratiquemos essa virtude nobre com os nossos semelhantes, é fundamental que haja o desenvolvimento do autoperdão.

Sabe aquele momento que você não deveria pegar o dinheiro indevido, mas acabou fracassando; na decisão de pilotar uma moto a mais de 120 km, você colidiu com um poste, levando a sua esposa que estava como passageira à morte; aquela ocasião em que você tinha chances concretas para se sair bem em uma prova de concurso, contudo, no dia anterior, optou por sair para uma festa, e se deu mal na prova; em circunstâncias de estresse elevado que o levou a ofender com palavras alguém. Como se perdoar por atitudes impensadas e descabidas?

Todas essas condutas machucam o nosso interior, martelam em nossa consciência, de modo que o ocorrido nos leva a um estado de paralisia emocional, e isso só reforça a nossa dificuldade na arte de perdoar. Para isso, devemos lembrar que, assim como já conseguimos decidir perdoar, é possível sim e extremamente importante nos autoperdoarmos.

Outra forma segura e eficaz de desenvolvermos a capacidade de perdoar nossos erros é pedindo a ajuda a Deus para que tire do nosso coração o sentimento que nos faz sofrer demasiadamente. Jesus, mesmo sendo açoitado e traído, conseguiu perdoar.

Aplique o amor de forma abundante consigo mesmo e perdoe. Abasteça-se desse princípio eterno, pois não é possível voltar ao passado e promover a correção das atitudes erradas, mas é necessário aprendermos a lição e nos livrarmos de culpas, a fim de que tenhamos um futuro digno e livre de amarras.

Assim como devo decidir perdoar os outros que me feriram, também preciso aplicar a mesma regra a mim. Peça ajuda ao Mestre Jesus, pois Ele é a nossa fonte de energia, misericórdia, força e poder, capaz de nos fortalecer na sabedoria e nos ajudar a desenvolver a ferramenta do perdão. Ame a si mesmo. E lembre-se: jamais conseguiremos mudar o passado, mas podemos viver o presente e construir um futuro sólido, visando aprender com o que já passou.

Francisney Liberato é Auditor do Tribunal de Contas. Escritor, Palestrante, Professor, Coach e Mentor. Mestre em Educação pela University of Florida. Doutor em Filosofia Universal Ph.I. Honoris Causa. Bacharel em Administração, Bacharel em Ciências Contábeis (CRC-MT) e Bacharel em Direito (OAB-MT). Vice-presidente da Associação Brasileira dos Profissionais da Contabilidade – ABRAPCON. Membro da Academia Mundial de Letras. Autor dos Livros:Mude sua vida em 50 dias”, “Como falar em público com eficiência”, “A arte de ser feliz”, “Singularidade”, “Autocontrole”, “Fenomenal”, “Reinvente sua vida” e “Como passar em concursos – Vol. 1 e 2”, “Como falar em público com excelência” e “Legado”. 

http://www.francisney.com.br

Entre no meu canal do TELEGRAM: clique_aqui

Instagram: clique-aqui

YouTube: clique_aqui

Facebook: clique-aqui

Spotify: clique_aqui

Saiba mais sobre o autor: clique-aqui

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s