Não obedeça o seu cérebro

Por Francisney Liberato

Usufrua dos bons pensamentos e elimine os seus algozes.

Lembro-me que, no segundo semestre de 2018, sofri uma lesão no joelho direito, a qual me deixou profundamente triste, visto que sou uma pessoa que gosta da prática de atividades físicas.

Mesmo utilizando-se de todos os recursos médicos, remédios e profissionais para restabelecer a lesão no joelho de forma mais rápida, ainda assim, demorou quatro meses para recuperação do meu joelho lesionado, e até hoje ainda sinto um pouco de desconforto no membro lesionado.

As práticas de atividades físicas regulares são importantes para mim. Retomei aos treinos, aos jogos de tênis e futebol. Mas o que chamou a minha atenção, foi a sabotagem que estava sofrendo da minha mente, e olha que ela, sempre foi a minha grande aliada nas atividades físicas e na luta incansável contra o sedentarismo.

O dicionário eletrônico “Dicio”, descreve o substantivo feminino sabotagem como: “Ação ou efeito de sabotar (prejudicar). Ação de provocar prejuízos ou danos, tentando desta forma, impedir o funcionamento regular de empresas, companhias, instituições, meios de transportes, estradas etc.” É importante destacar que os sabotadores podem estar agindo dentro de você, ou quem sabe externamente, na figura de colegas de trabalho, chefes, amigos, pais e outras pessoas do seu convívio.

Por exemplo, em uma partida de tênis o meu objetivo é vencer, contudo, há época, em um determinado momento da partida, simplesmente o cérebro enviava algumas mensagens para o corpo da seguinte forma: “Não se esforce tanto; cuidado para não machucar; você ficou muito tempo lesionado; amanhã você trabalha normalmente; não têm problemas se você perder; o adversário está jogando muito bem; desista logo do jogo”, dentre outras vozes que estavam perturbando a minha mente.

Todas essas mensagens que ouvia do cérebro estava abalando a minha confiança e interferia diretamente no desempenho. Ademais, a confiança que já não era uma das melhores devido ao tempo em que fiquei lesionado, estava sendo destruída naquele momento.

Por que o título deste artigo é “Não obedeça o seu cérebro?” Por tudo que já mencionei, visto que as circunstâncias já não eram favoráveis, além do que, eu estava ouvindo mensagens negativas, consequentemente, o pior poderia acontecer, que no meu caso, foi de perder jogos, e ter dificuldades de vencer adversários que, em outros momentos, tinha a tranquilidade e a confiança necessária para derrotá-los. Enfim, vagava pela mente a possibilidade de não mais praticar atividades físicas por conta disso.

O que estava acontecendo comigo era a sabotagem, e nas palavras da repórter Clara Brant, diz: “Auto sabotagem, é você estar com a faca e o queijo nas mãos pra fazer as coisas darem certo e acabar dando o queijo para os ratos e enfiando a faca no próprio pescoço. Esse conflito mental minam as suas forças, faz perder a confiança e desistir de lutar pelos seus sonhos.

Como resolvi esse problema? Decide de forma muito simples, confiar em Deus; relembrar de todos os momentos felizes no esporte; lembrei das vitórias; li assuntos de atletas vitoriosos do tênis e jogadores de futebol; assisti filmes motivacionais; conversava com pessoas que estiveram com as dificuldades que eu estava enfrentando, ou seja, retirei o foco das perturbações, e mirei na solução dos pensamentos negativos. E ainda, refiz a minha forma de pensar, isto é, reprogramei o cérebro.

Que as ciladas que ocorrem na sua vida, não sejam mais fortes do que você. Os sabotadores internos e externos estão te rodeando a todo instante para esgotar suas energias. Lute para viver melhor a cada instante. E se for necessário pedir ajuda, lance mão disso, pois o mais importante é sair desse cenário, do contrário, o levará para lugares, que às vezes, pode ser que não consiga voltar ao “status quo ante”.

Francisney Liberato Batista Siqueira é Secretário de Controle Externo, Auditor Público Externo do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso, Palestrante Nacional, Professor, Coach, Mentor, Advogado e Contador.

www.francisney.com.br

facebook


instagram Francisney Liberato

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s