Planejamento versus Tempo

Por Francisney Liberato

Que tipo de pessoa você é? Pragmática, objetiva, que pensa e planeja todas as metas da vida? Dos seus planejamentos, quais os que são efetivamente executados? Quais foram concretizados dentro do prazo? Qual foi a avaliação dos resultados? Positiva ou negativa?

Para que haja uma prática rotineira e constante de planejamento em nossa vida, é indispensável e essencial que tenhamos disciplina, princípios, métodos e organização.

Não quero, mas preciso. Comer jiló é algo extremamente ruim para alguns indivíduos, principalmente se for da primeira vez, todavia, se você comer o jiló por alguns dias seguidos, vai perceber que aquele gosto ruim, agora, já parece ser bom. Entenda assim: jiló sempre foi e continuará sendo jiló, mas então, o que mudou? A nossa adaptação. Tudo o que é novo e desconhecido podem nos trazer uma certa dose de repulsa, medo e aversão, mas com o passar do tempo, passamos a moldá-las a nossa vida, tendo uma atitude de acomodação e adequação para tudo que antes era estranho e desconhecido. Planejar pode até parecer “jiló” para algumas pessoas, entretanto, logo adaptamos a nossa vida.

Cuidado com os rapinadores de tempo. Dentre os furtadores de tempo, e consequentemente que nos estorva para alcançar os objetos são: interrupções constantes das pessoas, comunicação precária e deficiente, excesso de reuniões, gestão minguada do tempo nas redes sociais, ligações telefônicas, diversas demandas via e-mail, tempo despendido na internet, sem objetividade, dentre outros fatores.

Precisamos agir com sabedoria para não sermos pego por esses vilões do tempo, que fulminam o planejamento e a consecução das metas.

O bella ciao, bella ciao, bella ciao, ciao, ciao tempo. Na série de sucesso do Netflix, “La casa de papel”, a sua música é de grande destaque mundial, e o trecho que mais se repete é “Querida adeus, querida adeus, querida adeus, adeus, adeus”, fazendo uma analogia, se não houver planejamento, adeus tempo, e lembre-se que ele não volta.

Essa concepção de administração eficaz do tempo, está associada de forma intrínseca em nossa vida, seja no âmbito familiar, educacional, social, religioso e corporativo. A máxima do cientista e diplomata americano Benjamin Franklin é pertinente e óbvia: “O tempo perdido não se encontra mais”. O tempo é um fenômeno progressivo e constante, sem qualquer possibilidade de retorno, e segundo um provérbio popular: “O tempo não volta, o que volta é a vontade de voltar no tempo”, além disso, pode impactar as finanças, nos termos da famosa expressão: “Time is money“, ou seja, “tempo é dinheiro”.

Planejar sem obter resultados é algo irracional. É evidente que há inúmeros indivíduos que desejam resultados imediatos em seus diversos tipos de planejamentos, e muitas vezes, não tem a paciência para aguardar o amadurecimento do resultado. Uma coisa é certa: O resultado chega! Mas para se ter um resultado efetivo e saudável, é importante estar preparado. No livro “Produtividade para quem quer tempo”, o autor destaca vários tipos de resultados, e o mais importante para nós é a do tipo: “Realizador Nível A: tem RESULTADO e tem TEMPO. Realizador Nível A é aquele que tem tempo para fazer tudo o que ama na vida e ainda realiza tudo o que precisa para preencher os elementos essenciais da felicidade”. Por isso é irracional perdemos tempo com o planejamento, se não aguardamos resultados.

De que forma irei fazer com que o meu tempo seja produtivo hoje? Não deixe para amanhã o que você pode começar hoje. Não faça parte do grupo dos que postergam os seus objetivos, sonhos, ideias e planejamentos.  Que haja em nós uma gestão saudável do planejamento, que ser for bem preparado, organizado e estruturado, os resultados virão com certeza.

Francisney Liberato Batista Siqueira é Secretário de Controle Externo, Auditor Público Externo do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso, Palestrante Nacional, Professor, Coach, Mentor, Advogado e Contador.

www.francisney.com.br

 

Um comentário sobre “Planejamento versus Tempo

  1. É verdade. Sou prova viva. Aliás agradeço a Deus todo momento porque, sempre tenho meus sonhos e objetivos realizados. Estou sempre atenta às intuições vindas do alto, porque sei que Deus me auxilia na minha caminhada rumo aos meus planejamentos e ideaias. Ouço a Deus, porém faço a minha parte para merecer as realizações dos meus objetivos. A minha conquista, de fato, depende de mim.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s